quinta-feira, 11 de novembro de 2010

FRONTEIRAS

FRONTIÈRE(S)
França - 2007
Dir.: Xavier Gens


Grupo de 4 ladrões de origem árabe (entre eles uma mulher grávida) foge de Paris após um assalto rumo a Amsterdã. O que eles deixam para trás é uma cidade em período eleitoral, com forte presença de idéias xenofóbicas e violentos conflitos nos subúrbios.
O grupo para em um motel de beira de estrada, em uma fronteira indefinida, e acaba caindo nas mãos de uma violenta família de nazistas. O que se vê daí pra frente é um dos mais absurdos filmes de horror e violência dos últimos tempos. "Massacre da Serra Elétrica" e "Jogos Mortais" são primários perto do que se vê aqui.
O motel fica em cima de uma mina abandonada, o que rende uma angustiante sequência em um túnel apertado. Antes e depois se veêm espancamentos; tortura; um mergulho em um chiqueiro; cabeça explodindo; gente cozida no vapor quente; assassinatos a sangue frio e muito, mas muito sangue mesmo.
A personagem Yasmine apanha como poucos vezes se viu uma mulher apanhar em cena.
O diretor fez um filme violentíssimo, desaconselhável para os de estômago fraco, que em certo momento se tem vontade de entrar em cena e ajudar os coitados dos ladrões, que não são santos, mas nem de longe merecem o que sofrem em cena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário