sábado, 23 de maio de 2015

ZIVOT I SMRT PORNO BANDE
Sérvia - 2009
Dir.: Mladen Djordjevic


Marko sonha em ser diretor de cinema, e como não consegue, começa a realizar um documentário sobre sua própria vida, até conhecer um diretor de filmes pornôs.
Como seus filmes são, digamos, cerebrais ou extravagantes demais para o gênero, ele decide montar uma companhia itinerante de teatro, que leva shows de sexo explícito e toques políticos e filosóficos à aldeias sérvias remotas, com direito ao resultado que se espera dessas excursões, como perseguição pelas autoridades, fugas desesperadas (inclusive do diretor que apresentou Marko ao pornô, a quem ele deve dinheiro) e falta desse.
A empreitada segue de forma meio mambembe, até eles toparem com um alemão, que os seduz com uma proposta de realizarem filmes snuffs, aqueles aonde as personagens morrem de verdade, o que eles aceitam com a condição de só matarem pessoas que de fato quiserem morrer.
Alucinado filme sérvio, que não pode ser enquadrado em um gênero específico, pois se parece uma comédia, suas personagens estão muito longe disso: são viciados, homossexuais perseguidos, atrizes e diretores fracassados, soropositivos, pessoas que aceitam serem mortas para quitarem suas dívidas e darem melhor condições a seus familiares. além de tocar no drama da guerra civil que vitimou a ex-Iugoslávia.
Filme para poucos gostos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário