domingo, 19 de junho de 2011

GOZU

(GOKUDÔ KYÔFU DAI-GEKIJÔ: GOZU)
Japão - 2003
Dir.: Takashi Miike


Ozaki, membro da Yakuza, enlouquece e passa a ver ameaças pra todo lado - ele massacra um cãozinho de forma brutal acreditando ser um cão treinado para atacar mafiosos, além de acreditar que um carro foi construído com o mesmo propósito.

Um amigo, Minami, é então designado para matá-lo, o que acontece acidentalmente. Quando Minami para em um café, o corpo desaparece, e ele passa a procurar Ozaki.

Bem, aí entram em cena: uma velhota que engarrafa seu próprio leite; o irmão dela que apanha pra receber espíritos; uma espécie de minotauro; um chefão da máfia que só se excita com o cabo de uma concha de sopa enfiado no fiofó, e que tem uma das mortes mais bizarras da história do cinema; um homem que sai de dentro de uma mulher; um homem que anda com metade do rosto pintado devido a uma suposta falta de pigmentação, e outros.
Filme de Miike que lembra Daid Lynch - tem até um personagem que surge em outro corpo, como em "A Estrada Perdida".
É uma doidera total, para se ver sem a preocupação de entender.

Nenhum comentário:

Postar um comentário