sábado, 23 de março de 2013

HIPNOS

(HIPNOS)
Espanha - 2004
Dir.: David Carreras


Jovem psicóloga chega à uma instituição psiquiátrica, de arquitetura modernosa, voltada para pacientes complicados e que precisam de internação.
Ela presencia uma sessão de um médico com uma menina, que logo depois se suicida, aparentemente estimulada pelo médico. Além disso, um outro interno lhe diz ser um policial investigando as várias mortes acontecidas na clínica, e dá provas de que pode estar falando a verdade.
Logo se instala a confusão na cabeça da moça, e os médicos do lugar começam a suspeitar de suas condições psicológicas.
Lembra um pouco (talvez até um pouco demais...), a trama do posterior "A Ilha Do Medo", de Scorcese.
Enfim, um suspense meio raso, que só revela sua surpresa no fim. Antes disso a coisa se arrasta, enganando o espectador e quase o levando ao tédio.
Aliás, parece que o recente cinema espanhol padronizou sua fotografia, e filmes recentes de suspense como "Os Olhos de Julia", "Habitante Incerto", "Hierro", esse aqui e outros parecem todos saídos de uma mesma linha de produção.

2 comentários: