segunda-feira, 9 de março de 2009

>>HELLEVATOR

(GUSHA NO BINDUME)
Japão - 2004
Dir.: Hiroki Yamagushi


Em um época e por motivos não explicados, os seres humanos passam a viver em cidades subterrâneas, e o meio de transporte utilizado são os elevadores. A ação, por exemplo, começa no andar 138, não ficando claro quantos andares ainda existiriam mais, e falar sobre o "andar zero", é motivo de medo para os habitantes.
Outra curiosidade, é a divisão dos andares, pois cada um se destina a uma atividade ou comunidade específica: há um para os solteiros, outro andar para o cemitério, outro é dos cozinheiros, um outro é a prisão.
Tudo começa quando Luchino, com aparência adolescente e vestida com a eterna roupa-fetiche dos japoneses - o uniforme escolar - causa um incêndio acidentalmente. Ela, uma dona de casa com um bebê, um professor, a ascensorista e mais um policial e 2 prisioneiros, sendo um deles um estuprador canibal, ficam presos no elevador, em razão do incêndio.
Óbvio que um deles se solta, e começam momentos de terror, com direito a muito sangue (meio rosado) e uma carnificina total.
Mais uma esquisitice japonesa, com influências de 1984, já que a exemplo da obra de Orwell, existe uma Agência de Vigilância que tudo vê; e também THX1138, de George Lucas. O visual do filme é meio bizarro, e a história é interessante, principalmente devido a direção que consegue manter o interesse na história.
O canibal até mereceria um filme só para ele, pois perto dele Hannibal Lecter poderia até trabalhar como babá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário