domingo, 7 de março de 2010

MUSALLAT

(MUSALLAT)
Turquia - 2007
Dir.: Alper Mestçi

Suat viaja para a Alemanha para tentar ganhar a vida, e deixa a mulher com a mãe no vilarejo aonde morava, no interior da Turquia.
Além de sentir saudades da terra natal, ele começa a ser aterrorizado por assustadores pesadelos envolvendo a mulher e a filha. Ele decide voltar para casa, mas é convencido por um amigo a procurar ajuda com uma espécie de místico, que percebe haver algo errado espiritualmente com o rapaz.
A ajuda não adianta, e ele acaba morto de forma misteriosa.
O filme pula então para a segunda parte, aonde seremos apresentados ao que atormentava e matou Suat.
Terror turco que começa arrastado e confuso, mas depois dá uma guinada interessante e apresenta, na forma de lendas locais, o que estava por trás dos pesadelos e da morte do protagonista.
É uma produção simples, de efeitos banais, mas que impressionam em pelo menos uma passagem no fim, e ainda mostra uma corajosa morte de um recém nascido, coisa rara mesmo nos filmes de terror.
Vale pela curiosidade e por retratar as lendas de uma cultura habitualmente não explorada nos filmes do gênero e mostra também que os turcos são capazes de coisas melhores do que refilmar, na forma de trash movie, filmes como E.T., Stars Wars, etc.

Nenhum comentário:

Postar um comentário